Inbound Marketing

O Inbound Marketing (marketing de entrada em tradução livre), ou marketing de atração, como o próprio nome já diz, tem o objetivo de atrair pessoas, gerar demanda e converter em clientes.

Esse termo surgiu lá em 2009 com o livro “Inbound Marketing: Seja Encontrado Usando o Google, a Mídia Social e os Blogs”, escrito pelos fundadores da HubSpot, Brian Halligan e Dharmesh Shah.

A premissa número um do Inbound Marketing é atrair, envolver e encantar o público. Diferentemente do marketing tradicional, a empresa não vai atrás de clientes, mas sim, o cliente a encontra por meio de alguma estratégia do Inbound Marketing.

As estratégias usadas são as mais variadas como:

  • Blogs
  • Ebooks
  • Podcasts
  • Newsletters
  • Videos
  • Mecanismos de busca
  • Redes sociais
  • Outras formas de marketing de conteúdo.

Jornada do Cliente

Para entender o Inbound Marketing é preciso entender a jornada do cliente. Toda empresa precisa conhecer como o seu cliente se comporta, isso vai fazer com que ela avalie qual é a melhor maneira de se conectar com seu público. Ela é um processo de pesquisa, é um caminho que o cliente leva até a decisão da compra.

Por essa razão, empresas de todo o país tem utilizado a jornada do cliente para entender qual é o processo que eles passam até adquirir o seu produto ou serviço.

Basicamente podemos dividir essa jornada em 3 etapas:

Consciência >> consideração >> decisão

Consciência

Quando o cliente começa a perceber os primeiros “sintomas” de que ele tem um problema, é nessa etapa da jornada que ele se encontra. É neste momento que o usuário começa a fazer pesquisas na internet para entender ou identificar o que ele precisa ou como solucionar seu problema. 

Consideração

Logo em seguida, o usuário, já entendendo um pouco sobre o problema, começa a pesquisar as diferentes soluções, quais produtos, qual o melhor, como proceder, e essa é a fase da consideração. Ele começa a considerar todas as opções de solução. 

Decisão

Finalmente, depois de pesquisar sobre o assunto, entender, analisar as opções, o cliente toma a decisão. Nessa etapa a pesquisa dele é bem mais específica, ele vai analisar as diferentes marcas que oferecem o mesmo tipo de solução. Essa fase ele já sabe que precisa de um produto específico, e cabe a ele a decisão de qual será a empresa onde ele vai comprar. 

Inbound Marketing é sobre criar conteúdo relevante e notável adaptado para o usuário de cada etapa da jornada de compra. Ou seja, você vai ajudar o cliente, será útil para ele, fazendo com que ele entenda seus problemas e descobrindo como a sua marca pode, realmente, atender às suas necessidades.

Além de um exercício de empatia essa ação de avaliar a jornada do cliente, tem guiado empresas na aplicação de estratégias de marketing que, de fato, aumentaram as suas conversões. 

Vantagens e benefícios do Inbound Marketing

Adotar estratégias de Inbound Marketing irá gerar um impacto considerável no:

  • Reconhecimento da sua marca
  • Geração e nutrição de leads
  • Redução de custos 
  • Educar os clientes em potencial sobre seu produto ou serviço
  • Acelerar o processo de vendas reduzindo o ciclo do cliente

Além desses benefícios, trabalhar com uma boa estratégia de Inbound Marketing traz resultados mensuráveis sobre o seu ROI (Retorno sobre o Investimento). Ele demanda uma força de trabalho no início do processo mas que depois de feito, é um processo que mantém o relacionamento com seus clientes e acaba trazendo acesso orgânico para a sua marca. 

Podemos afirmar então que: 

  • Inbound Marketing possui um custo menor
  • Eleva a autoridade da sua empresa no seu segmento
  • Esclarece melhor o seu público
  • Provê segmentação para suas personas

Como eu começo uma estratégia de Inbound Marketing?

Primeiro pense em entregar valor para as pessoas e começar um relacionamento. Para isso, descubra quem são suas personas, se isso não for possível no momento, pelo menos tente identificar com sua equipe de vendas, quem são seus melhores clientes. Assim você consegue estabelecer como será essa comunicação, qual vocabulário usar, que tipo de conteúdo entregar.

A primeira pergunta que você precisa responder é: Pelo que meu público se interessa que pode resolver barreiras para consumir o meu produto?

Logo em seguida, já no meio do funil, foque em como mostrar, mais claramente, que sua persona tem um problema ou oportunidade?

E por último, na etapa final do funil, você precisará de um conteúdo já voltado para a conversão, em apresentar estudos de caso, projetos bem sucedidos, clientes satisfeitos, alguma forma de comprovar que seu negócio é a melhor opção.

Não há uma receita de bolo

O que funcionou uma vez pode ser que não funcione novamente. O Inbound Marketing é bom, pois ele é facilmente mensurável, mas saiba de antemão que as estratégias devem ser pensadas de acordo com o objetivo da campanha, de acordo com a persona, e assim ir construindo uma rede de conteúdo para aplicar e melhorar suas conversões.

O Inbound Marketing ainda é recente e está longe de todas as empresas estarem falando nisso e aplicando, então se você já pensa em implementar uma estratégia de Inbound, saiba que já está na frente daquele seu concorrente que nem sabe o que significa isso. Saia na frente e comece o quanto antes!

Ficou interessado? Agende um bate-papo sem compromisso!

Agende uma consulta